Dr. Rafael Parente

O que você precisa saber sobre ombro de nadador

A natação é um esporte que traz muitos benefícios ao corpo, ajudando a melhorar o condicionamento físico por trabalhar diversos músculos diferentes. Mas o esforço repetitivo e excessivo pode ter consequências, como o “ombro de nadador”. Este termo é usado para definir a dor que o nadador sente no ombro. Geralmente é uma intensidade forte que ocorre quando o atleta levanta e roda internamente o braço no momento da entrada da mão na água na braçada.
A maior parte das queixas dos nadadores estão relacionadas a problemas no ombro. Embora a natação seja um esporte de baixo impacto, o uso excessivo dos ombros pode colocá-los em risco, deixando esta área mais propensa a lesões e dores.

Causas

O ombro de nadador é causado geralmente por sobrecarga nesta área. Às vezes ocorrem processos inflamatórios associados, como a bursite ou tendinite, mas normalmente as dores são ocasionadas pelo excesso  de uso dos membros que causam instabilidade da articulação ou por desequilíbrios musculares, e não por rupturas e lesões traumáticas.

Outros fatores podem contribuir para esta condição, como:

  • Execução incorreta da braçada ao nadar
  • Falta de alongamento
  • Fadiga muscular devido a movimentos repetitivos
  • Overtraining ou erros de treinamento
  • Problemas posturais

Prevenção

Alguns hábitos e atividades podem auxiliar na prevenção do ombro de corredor. Confira abaixo:

  • Adote uma boa técnica de braçadas.
  • Evite a sobrecarga de treinos mudando o estilo de nado (crawl, borboleta, etc).
  • Não treine excessivamente, respeitando o período de repouso e os limites do seu corpo.
  • Fortaleça os músculos dos membros superiores.
  • Faça o alongamento correto desta articulação.
  • Consulte com um médico ortopedista para verificar possíveis desequilíbrios posturais e avaliar como estão o funcionamento das articulações e ligamentos.

Procurando ajuda

Se você sentir dores no ombro, o primeiro passo é realizar uma consulta com um médico ortopedista. Ele fará o diagnóstico, avaliando a gravidade e prescrevendo o melhor tratamento para a suspensão da dor. Lembre-se que quanto antes ocorrer o diagnóstico, maiores são as chances de sucesso do tratamento antes do desenvolvimento de outros problemas.

 

Sobre o Dr. Rafael Parente

Médico ortopedista e traumatologista, especialista em cirurgia do ombro e cotovelo co atuação no Distrito Federal. Membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Ombro e Cotovelo. Atua com tratamento cirúrgico de fraturas do ombro e cotovelo, infiltrações articulares, tratamento de lesão do manguito, luxação no ombro ou cotovelo, epicondilite, bursite, lesão do bíceps, lesão do peitoral, lesão do tríceps e dores no ombro em geral.
Atende na Clínica de Ortopedia, Traumatologia e Especialidades (COTE), no Hospital Santa Lúcia Norte e na Elev Ortopedia Especializada, em Brasília. Para mais informações,  clique aqui.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn
SIGA MEU INSTAGRAM

Powered by Evolua Doutor