Dr. Rafael Parente

É bursite ou tendinite? Entenda a diferença

Bursite ou tendinite

Por terem sintomas bastante similares, a bursite e a tendinite podem ser confundidas por alguns pacientes. Mas esses dois problemas têm características distintas e merecem atenção. Hoje vou explicar algumas diferenças entre eles.

Primeiramente, é importante ressaltar que, em caso de sintomas, o ideal é procurar um médico ortopedista para fazer o diagnóstico correto e indicar o melhor tratamento.

Os dois problemas são inflamações, que ocorrem no tecido que envolve os músculos e podem afetar articulações do ombro, cotovelo, punho, joelho e quadril, por exemplo. Como sintomas, os dois podem gerar dores nas articulações (que piora quando em movimento), inchaço, dificuldade para se movimentar, rigidez e perda de força na região e sensação de calor no local.

No caso da bursite, a inflamação se caracteriza por uma inflamação na bursa, que é como uma pequena bolsa que “guarda” um líquido e se localiza entre as articulações. Ela possui como função minimizar o atrito e impacto entre tendões, músculos e ossos. Quando inflama, o problema costuma causar bastante dor aos pacientes. Geralmente, é causado por excesso de peso, ao carregar cargas inadequadas e até em acidentes.

Já a tendinite é a inflamação que ocorre no tendão, responsável por ligar a parte final do músculo ao osso. A condição pode ser causada por diversos motivos, em especial o de esforço repetitivo — quando uma pessoa utiliza diversas vezes a região, como para digitar ou escrever. Outras causas podem ser sobrecarga durante exercícios físicos, um trauma (como quedas) e até como consequência de outros problemas, como a artrite.

Normalmente, o tratamento das duas inflamações pode ser feito por meio do uso de medicamentos para conter o problema e o desconforto e da utilização de compressas de gelo. Mas é importante que o caso seja avaliado por um médico ortopedista, para indicar o tratamento correto e a necessidade ou não de fisioterapia ou cirurgia.

Lembre-se que a automedicação deve ser evitada. O médico ortopedista auxiliará na escolha da melhor alternativa de tratamento, além de acompanhar todo o processo de recuperação do paciente.

Leia também:

Tendinite calcária: sintomas e tratamento

Sobre o Dr. Rafael Parente

Médico ortopedista e traumatologista, especialista em cirurgia do ombro e cotovelo co atuação no Distrito Federal. Membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Ombro e Cotovelo. Atua com tratamento cirúrgico de fraturas do ombro e cotovelo, infiltrações articulares, tratamento de lesão do manguito, luxação no ombro ou cotovelo, epicondilite, bursite, lesão do bíceps, lesão do peitoral, lesão do tríceps e dores no ombro em geral.
Atende na Clínica de Ortopedia, Traumatologia e Especialidades (COTE), no Hospital Santa Lúcia Norte e na Elev Ortopedia Especializada, em Brasília. Para mais informações,  clique aqui.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn
SIGA MEU INSTAGRAM

Powered by Evolua Doutor