Dr. Rafael Parente

5 lesões comuns no ombro em atletas

Atletas, sejam atletas profissionais ou amadores, realizam muitas atividades que podem levar a lesões no ombro. Os movimentos repetidos e com grande amplitude aumentam as chances de sobrecarga nesta articulação, que é uma das principais causas de lesões.

É importante entender os principais tipos de lesões e as formas de prevenção e cuidados. Entenda abaixo.

Tipos de lesões no ombro

Geralmente as lesões em atletas são divididas em duas categorias: traumática e atraumática.

As traumáticas surgem por traumas diretos e indiretos. São causas pelo impacto, seja por uma queda em que o ombro é pressionado ou devido ao contato entre dois ou mais jogadores.

Enquanto isso, as lesões atraumáticas ocorrem por causa dos movimentos repetitivos e da força que o esporte exige. Alguns exemplos incluem arremessar bola diversas vezes no basquete e vôlei, exagerar nas braçadas durante a natação, entre outros.

Lesões comuns no ombro em atletas

Estiramentos: Ocorrem com alongamento anormal de uma estrutura da articulação. O resultado é um rompimento de fibras musculares próximas. Geralmente causa uma dor repentina, de intensidade variada, conforme o grau e a gravidade da lesão.

Lesões do Manguito Rotador: O manguito rotador é o conjunto de músculos e tendões que fazem o revestimento da cabeça do úmero, o maior osso da parte superior do corpo, responsável por ligar o ombro e o cotovelo. Essa estrutura tem a função de estabilizar e ajudar a realizar os movimentos do ombro. A lesão do manguito rotador pode ser parcial ou completa.

Bursites: Essa lesão acontece quando há uma  inflamação na bursa, que é como uma pequena bolsa que “guarda” um líquido e se localiza entre as articulações. A bursite causa dor no ombro, que pode irradiar e, consequentemente, dificultar a movimentação do ombro.

Tendinites: Trata-se do processo inflamatório de algum dos tendões presentes no ombro, sendo comum em pessoas que fazem algum tipo de atividade com movimentos repetidos do braço. A lesão causa um enfraquecimento no braço, formigamento e dor.

Luxação: A luxação é uma lesão que ocorre com a saída da cabeça do úmero da sua posição anatómica na articulação, causando um “deslocamento” do ombro. 
O que fazer?
Sempre que você perceber sintomas e desconfortos no ombro ou cotovelo, o ideal é procurar um médico ortopedista o mais rápido possível. Isso permite receber um diagnóstico correto e o tratamento adequado, antes do agravamento da lesão.

Para garantir um diagnóstico preciso, procure profissionais especializados na área do corpo a ser tratada e com habilitação para procedimentos cirúrgicos.

Sobre o Dr. Rafael Parente

Médico ortopedista e traumatologista, especialista em cirurgia do ombro e cotovelo co atuação no Distrito Federal. Membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Ombro e Cotovelo. Atua com tratamento cirúrgico de fraturas do ombro e cotovelo, infiltrações articulares, tratamento de lesão do manguito, luxação no ombro ou cotovelo, epicondilite, bursite, lesão do bíceps, lesão do peitoral, lesão do tríceps e dores no ombro em geral.
Atende na Clínica de Ortopedia, Traumatologia e Especialidades (COTE), no Hospital Santa Lúcia Norte e na Elev Ortopedia Especializada, em Brasília. Para mais informações,  clique aqui.

As informações disponíveis neste site possuem apenas caráter educativo e não substituem a consulta com um médico.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn
SIGA MEU INSTAGRAM

Powered by Evolua Doutor